Rotina ?!

Texto:  Elisa Lucinda

É silenciosa e secretamente que a vida pulsa. O que se transmuta o faz todo dia, a cada segundo de modo quase invisível. Há entre nós e as coisas várias cortinas que cobrem os acontecimentos do céu, formando em silencio negras nuvens. Ao mesmo tempo há a germinação de uma onda do mar, de um ser, de uma flor, ou a verdade de um sol ensolarando num dia imenso sem produzir um som com tamanha luz. Discreto, o processo intensivo de transformação que o viver é nos prova que nada é fixo. E que “tudo muda o tempo todo no mundo”. Só de isso ser verdade já é matéria de poesia no meu coração.

Se há alguns segredos do bem viver, um deles é essa sensação de, além de lutar, poder-se aproveitar a viagem e estar também na vida a passeio. Curtindo bem a existência. Há muita graça em partes importantes da luta.

Na grande palma da mão do mundo as linhas de vários destinos e caminhos não cansam de se cruzar. Cada vida dá um livro, uma peça, um filme, e além da nossa vontade, alheios às nossas escolhas, sopram também em nosso jardim os ventos do imprevisível.

O que chamamos de rotina que também atende pelo nome vida, todo dia nos ensina com sua incessante mutação.

O que sei dizer é que tudo o que ocorre no mundo ecoa no meu coração, curioso aprendiz. Por isso, dor ou amor, guerra ou beleza, medo ou paz, tudo que peço das coisas que me circundam, beijam ou firam, tudo o que peço ao céus a toda hora e quase sem saber, é: Ah, professora dona Vida, ensina-me a viver.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: