Um buquê pra voce

Texto:  Elisa Lucinda

( Dedicamos esse poema a cada mãe, nesta data especial, certas de que ela pode ser, se desejar, a melhor amiga de seu filho, sem jamais deixar de ser mãe. )

Se resolvesse colher flores,

as mais bonitas que se pudesse

em jardim encontrar,

corresse eu o mundo para esse

geo-buquê organizar, não ia dar amiga.

Centenas de espécies eu encontrasse,

seria pouco pra dizer de sua valentia,

de sua alegria, de sua alquimia pra ser

fundamental no meu altar.

A gratidão pulsa as prateleiras,

inquieta as velas, tremula as chamas.

Você é uma amiga que tem

a dimensão de um verso:

não foge à luta, não frustra o verbo.

Busquei um buquê pra te dar, pra te ofertar.

Não encontrei um à altura de te merecer.

Fiz o que pude e, diante do ser,

vi que o buquê era inencontrável,

porque ele era você.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: